<div style='background-color: none transparent;'><a href='http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget' title='News Widget'>News Widget</a></div>

Ave, Poetinha

Eis a vida que irrompes num átimo.
Um mundo que não é tão belo assim.
Perdoa-me, mas há um quê de poético.
Mas, se não tê-lo, como sabê-lo enfim?
Verás que há algo de beleza que é ímpar.
Descubras que vale a pena, entretanto.
Olhando, aos poucos, sigas em frente.
Me libertas com o teu riso em choro.
Abras os olhos para esse novo mundo.
Eu sei que é feio e há dor lancinante.
Nos desculpe pelo convite tão abrupto.
Mas o amor que existe é imensurável.
Tanto que as palavras dizem tão pouco.
Vai, meu filho, me carrega contigo...

Marcadores:

1 comentário

  1. socorro disse:

    lindo!!! E isso aí; A gente fica feliz com a chegada de um filho , massem saber se ele vai ser feliz, nesse mun do....

Deixe um comentário


Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!