<div style='background-color: none transparent;'><a href='http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget' title='News Widget'>News Widget</a></div>

Utopia - "Não há um grande amor sem uma nesga de utopia", é a frase que me vem à mente neste início de noite. Parece frase feita, acho até que seja. Se for este o caso, minhas desculpas, mas ela me chegou assim, despudoradamente...

E por falar em utopia neste anomic enviroment, dos idos de 2002, pincei:

"UTÓPICOS E PLATÔNICOS:

Amores...
Hoje, peço vênia, faço minhas as palavras de Quintana e Bandeira:


"Se as coisas são inatingíveis -ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos se não fora
A mágica presença das estrelas"

(Mário Quintana - "Das Utopias")


"Não te doas do meu silêncio.
Estou cansado de todas as palavras
Não sabes que te amo ?
Pousa a mão na minha testa :
Captarás numa palpitação inefável
O sentido da única palavra essencial
-- Amor."

(Manuel Bandeira - "Pousa a Mão na Minha Testa)


Post Scriptum: Os versos transcritos acima hão de encontrar, dentre os leitores deste anômico blog, quem deles melhor se aproveite."

Marcadores:

Deixe um comentário


Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!