<div style='background-color: none transparent;'><a href='http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget' title='News Widget'>News Widget</a></div>

Tarda Mas não Falha??? Jango é anistiado pelo Governo 32 anos após a sua morte. Bem, ainda vai ter muita gente criticando - como já há às pencas sobre casos passados - a concessão de anistia pelo Brasil. É aquele lance da memória curta. Do mesmo jeito que eu, apesar de a priori não concordar muito com o asilo dado ao Italiano Battisti, depois que foi concedido, defendo com todas as minhas forças nossa soberania para abrigar ou não quem quisermos, mesmo que não concorde com as razões que levaram o Ministro de Estado da Justiça à concessão. Mas, enfim, temos mesmo a memória curta. Guardadas as devidas proporções, parece que esqueceram que um dia desses estava o Brasil batendo à porta da Itália pedindo a extradição do Cacciola e só conseguimos depois que ele foi passear em Mônaco. Na época, sinceramente, eu não lembro de nenhuma autoridade brasileira ou conglomerado midiático questionando se a Itália deveria modificar a sua Constituição em função de estar seguindo a mesma à risca. Muito menos eu me recordo se a tal negativa Italiana causou uma "comoção" nos meios de comunicação italianos ou mesmo na oposição ao Berlusconi (que deve existir, claro)... E la nave va...

Marcadores: , , , ,

2 comentários

  1. Caro Emerson, obrigado pelo link da notícia do Jango. Eu já tinha lido no portal Terra.
    Sobre o caso Battisti, um dia desses eu conversava com um amigo sobre isso, que o governo italiano nunca liberou o Cacciola...

  2. Redneck disse:

    Oi! Espanto total, sem anomia! Ao descobrir que os nossos sobrenomes são os mesmos!!!! Coincidência??? Não existe! Mais abraços anômicos então!

Deixe um comentário


Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!