<div style='background-color: none transparent;'><a href='http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget' title='News Widget'>News Widget</a></div>

Paisagens - O relógio marcava cinco e trinta. À minha frente a imensidão do verde e bravio mar alencarino. Atrás, vários metros distante, a Beira-mar podia ser vista entre uma onda e outra que passava pelo meu corpo. A idéia do treino-travessia havia surgido algumas dezenas de minutos antes, a fim de aproveitar o pouco tempo vago da loucura cotidiana. E entre as vagas marinhas lá estava eu a cruzar as praias do Ideal e de Iracema, enquanto buscava margear o espigão que pontua e divide as duas praias. O percurso é pequeno para quem está acostumado a treinar para travessias: cerca de 2.200 metros. Mas o que me chamava a atenção é o espetáculo da natureza que sempre surpreende, até mesmo aqueles que já deviam ter se acostumado às paisagens incríveis que tantos treinos outdoor propiciam. O sol se punha por detrás da Ponte dos Ingleses e eu podia observar entre os vagalhões marinhos que me sacudiam o corpo cansado, toda a beleza da orla cearense, ali, numa localização privilegiada e solitária. Nesses momentos, é recomendável se reduzir o ritmo e por alguns instantes contemplar o que temos de tão indelével, ainda. A poucos metros, que pareciam zilhões de kilômetros, há uma Cidade que pulsa incessantemente, amontoada em problemas que parecem inesgotáveis. Mas a barreira imaginária entre os dois mundos parecia separar o caos daquele ponto minúsculo do atlântico, que se percebia menor ainda ante o epílogo solar. Um corpo cansado porém num repouso quase absoluto. Eu não tinha uma máquina digital naquele momento, claro. Por isso me utilizo destas vagas linhas a fim de buscar retratar os matizes quase inenarráveis daquela tarde próxima passada...
E La nave va...

Marcadores:

Deixe um comentário


Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!