<div style='background-color: none transparent;'><a href='http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget' title='News Widget'>News Widget</a></div>

Dos Confins Anômicos - O Passado deste Anomia grita:

"Há mais coisas do que supõe... - Basta observar, ou melhor, contemplar a imagem abaixo. Lembrar-se dos acordes Nitzschenianos de Richard Strauss em "Also sprach Zarathustra" e o Danúbio Azul de Johan Strauss, ambos a pontuar as cenas maravilhosas da fecundação do universo eternizadas por Kubrick em 2001, Uma Odisséia no Espaço. Imaginar o colorido da letra de Across The Universe que teima em não querer mudar o nosso mundo, o mesmo a ostentar um triste céu azul em Because que nos faz chorar, e somar tudo isso à imagem abaixo, advinda da lavra do Telescópio Hubble, um estranho intrometido no ninho dos anos-luz do mistério da vida humana a vigiar a gênese das estrelas. Definitivamente, à paráfrase do célebre Hamlet de William Shakespeare, ouso dizer que há mais coisas entre os confins do universo e os labirintos de nós mesmos, do que supõe nossa vã filosofia. E dentre tais coisas, há algumas que falam por si...


Photo by Reuters"

Em tempo: E nos confins binários, um número superior a meio bilhão de usuários navega pelos espaços virtuais da internet.

Marcadores:

Deixe um comentário


Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!