<div style='background-color: none transparent;'><a href='http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget' title='News Widget'>News Widget</a></div>

Sobre Torquato Neto - Enquanto me percebo sonolento ao resguardo do dia ainda imberbe, revisitando momentos, defenestrando alguns medos, não me sai a letra de uma música... A relva que percorre e me acompanha o caminho soturno, me norteia no labirinto da saudade. Nostálgico, enfim, a rebuscar sentimentos pretéritos, sozinho. A aparente tristeza de sua letra me pontua o olhar perdido, somados à pungência de seus acordes. Parece um triste devaneio, em forma de música, mas acima de tudo é o belo retrato do amor em seu estado mais puro, enquanto adeus. E a música não me sai:

"PRA DIZER ADEUS
Edu Lobo/Torquato Neto

Adeus
Vou pra não voltar
E onde quer que eu vá
Sei que vou sozinho

Tão sozinho, amor
Nem é bom pensar
Que eu não volto mais
Desse meu caminho

Ah, pena eu não saber
Como te contar
Que o amor foi tanto
E, no entanto, eu queria dizer
Vem
Eu só sei dizer
Vem
Nem que seja só
Pra dizer adeus"

Sobre Torquato Neto, já falei, dantes, aqui e aqui, neste Anomia.

Marcadores:

Deixe um comentário


Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!